Projeto Cultural

WAHARI BINAURAL | Música e Neurociência

Em 1995, o médico e músico compositor Augusto Weber teve a ideia de criar música sob uma nova concepção sonora criando o grupo Wahari. Unindo elementos da World Music com ritmos encontrados no Brasil, Augusto buscou uma sonoridade própria por meio da experimentação de diversos instrumentos, como a viola de dez cordas, a cítara indiana, o violão de sete bocas, a guitarra elétrica, os vasos, o bongô, os efeitos de percussão e sons de natureza psicoacústica. Com a criação do grupo Wahari, passou a realizar um trabalho de síntese musical, integrando várias expressões, como a moda de viola, o baião, o blues e a música oriental. Desde então, tem se apresentado em inúmeros shows, desde festivais de World Music até festivais de rock como o da Pedreira Paulo Leminski, Geração Pedreira e de Antonina.

Em 2001 recebeu o prêmio Saul Trumpet – Os Melhores da Música Paranaense, na categoria arranjo, com o seu primeiro CD "Yanomamis Blues". Nos anos seguintes, vieram mais dois CDs, "Receitas Musicais" e "Lounge" – frutos do mesmo trabalho de pesquisa musical. Em sua carreira, Augusto sempre aliou seu talento musical à prática da medicina, cujas especialidades englobam a acupuntura e a homeopatia, dentro da visão holística. Como pesquisador, busca a relação da música com a medicina por meio dos sons binaurais e seus efeitos terapêuticos.

Como a música também exerce ação psicológica, os sons e as vibrações podem afetar o corpo físico diretamente. As pesquisas de Augusto Weber têm comprovado os efeitos do som e da música como tratamento para a regeneração cerebral, a sincronização hemisférica, o equilíbrio neurovegetativo, o relaxamento, trabalhando a consciência e atuando nas emoções.

Pesquisa científica e arte

O fenômeno do som binaural acontece quando são incididos, simultaneamente, dois sons com frequências diferentes, como por exemplo, um tom de 200 Hz e outro de 210 Hz. Como resultado, tem-se uma amplitude modulada de onda de 10 Hz, que corresponde à diferença de frequências entre as duas tonalidades (no caso, um padrão de onda alfa). Esta onda é percebida na área auditiva do cérebro e pode ser usada para condicionar ritmos neurais específicos.

Somando-se à projeção de imagens, luz em movimento, cuja frequência estiver na mesma vibração da diferença do som binaural, pode-se condicionar um padrão de ondas alfa cuja combinação - auditivo e visual, sincronizados por essa diferença binaural, possui um efeito muito mais efetivo no condicionamento das ondas cerebrais.

Conhecendo o conteúdo emocional e psicológico que as músicas evocam, e os processos neurobiológicos que ocorrem nos seres vivos promovidos pelo som, pode-se evocar inúmeros estados de alma, como a alegria, a saudade, a resignação, a indignação, a coragem, a perda, o abandono e a raiva. Determinados tipos de música como o jazz, nos estimula a pensar, o blues nos estimula a sentir, o samba a dançar, a música indiana à meditação e introspecção, a moda de viola ao nosso passado distante. Este conteúdo emocional pode atuar no emocional das pessoas, detectando diversos estados de sentimentos e, com a música adequada e orientada, pode-se então fazer com que um indivíduo entre em contato com esses sentimentos e promova sua catarse, fazendo vibrar o corpo e estimulando-o a retornar ao seu padrão vibratório natural, ao seu tom original, ajudando a trazer resultados benéficos à saúde. Wahari Binaural é uma experiência única para quem busca autoconhecimento e referência musical.

Produção e lançamento do DVD/CD

O DVD foi produzido em Curitiba, por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura de Curitiba, com 100% de incentivo do Positivo. A gravação foi realizada no estúdio Locall de Cinema e Televisão pela Produtora Celluloid Cinevídeo, com a direção, roteiro e concepção fotográfica do cineasta Beto Carminatti. As músicas do DVD foram selecionadas dos três últimos CDs do grupo Wahari (Yanomamis Blues, Receitas Musicais e Lounge), de composição dos irmão Augusto e Gustavo Weber, mas inclui também três músicas de outras autorias, Ary Barroso (Na baixa do sapateiro), Gilberto Gil (Back in Bahia) e Waltel Branco (Luana). Apresenta imagens em movimento e mandalas visuais (luzes em movimento) somadas aos efeitos sonoros do binaural beat e arranjos com cítara indiana, fundamentados no estudo clínico de Augusto Weber, que alia música e vídeo à ciência e medicina.

O lançamento aconteceu no Teatro Positivo - Pequeno Auditório no dia 20 de fevereiro de 2016, às 20h.

O projeto cultural foi montado, aprovado e produzido pela Adalbacom e contou com a Sauí Cultural para a captação de recursos. As equipes de produção do projeto e do DVD são:

Equipe de Produção do Projeto

  • Augusto Weber: direção musical, composição e arranjos
  • Kleber Tiago Gregório | djbK12: produção musical, beats, scratches e synth
  • Manolo Fraga: produção visual e video mapping
  • Amaryllis M. Kanayama: coordenação geral e produção de lançamento
  • Adalberto Camargo: coordenação de operações e design gráfico
  • Maria Lucia Lahm: assistência de produção
  • Sian Ribeiro de Sene: fotografia
  • Mariana Ferreira e Flávio A. Ribeiro: comunicação
  • Sauí Cultural | Simone Nunes: captação de recursos

Equipe de Produção do DVD

  • Celluloid Cinevídeo: produção geral
  • Beto Carminatti: direção, roteiro, concepção fotográfica e direção de edição
  • Cristiane Lemos: produção executiva
  • Bruno Haller: gravação, edição, mixagem e masterização do áudio
  • Rodrigo Alonso | Ricardo Kugler: direção de fotografia e câmeras
  • Gabriela Vernet: logger
  • Jeanine Holtrup: edição de vídeo
  • Marco Azevedo: iluminação e maquinaria
  • Isabela Lemos: assistência de produção

Músicos do DVD e CD

  • Ana Sonia de Barros: flauta
  • Augusto Weber: sitar indiano, violão e guitarra
  • Carlos Simas: gaita de fole galega
  • Eugenio Fim: violão, contrabaixo, teclado e synth
  • Gustavo Weber: violão nylon
  • Kito Pereira: tabla
  • Kleber Tiago Gregorio: beats, schatches e synth
  • Maska: violino
  • Matheus Lahm Weber: teclado
  • Sérgio Justen: piano
  • Thiago Duarte: violão e contrabaixo

Fotos

EQUIPE TÉCNICA EDITORIAL

cliente Grupo Wahari
Área Música
Medicina
Som Binaural
Data Setembro 2016
website Wahari Binaural - Youtube